• Instituto Inanis

Diagnóstico em Medicina Tradicional Chinesa



A Medicina Tradicional Chinesa (MTC), é uma medicina milenar que avalia e trata o ser humano como um ser integral (mente, corpo e espírito), por isso ela possui um método de avaliar específico, muito diferente dos utilizados pela Medicina Alopática que baseia-se em exames laboratoriais e divide o ser humanos em partes (uma especialidade médica para cada sistema). Vamos conhecer os aspectos básicos a considerar em um diagnóstico pela MTC:

· Observar a face: quando se fala em cor na MTC se fala da cor do rosto, pois todos canais colaterais de energia chegam ao rosto. As alterações na cor do rosto manifestam o estado energético do sangue e da energia dos órgãos e das vísceras.

. Observar aparência dos olhos: são a janela da energia do fígado, refletindo o estado da mente e da essência das vísceras e órgãos.

. Observar cor e aspecto do cabelo: a cabeça é o lugar onde se reúne as energias Yang, onde se reúne também a medula que é a essência dos rins, sendo o cabelo local de manifestação da energia dos rins e do sangue.

. Observar a orelha: janela da energia dos Rins.

. Observar o nariz: é a janela do Pulmão e local onde passa o canal de energia do estômago.

. Observar os lábios: sadios, devem ser pouco umedecidos de cor vermelho-pálida são a manifestação da energia do Baço-Pâncreas.

. Observar a pele: na pele corre energia de defesa, sua energia comunica-se com o Pulmão.

. Observar e palpar os meridianos: As manifestações que ocorrem ao longo dos meridianos são importantes fontes de diagnóstico, porém devem sempre estar associadas a outras análises. Além dos quatorze meridianos principais e secundários, existem um grande número de vasos secundários que formam uma grande trama energética por todo o corpo, distribuindo Xue e Qi para todo o organismo.

. Observar o som da voz: nos indicará excesso ou deficiência energética.


. Observar a língua: a inspeção da língua é um dos principais métodos de diagnóstico na MTC, pois reflete a condição dos órgãos internos e é base da diferenciação de síndromes. Portanto, Qi essencial dos órgãos internos nutre a língua e mudanças patológicas são refletidas.

· Olfação: a presença de Calor no Estômago ou má digestão provoca um hálito na boca; observa-se também este fato em pacientes com cáries dentárias; um hálito ácido deve-se ao alimento mal digerido. O odor no corpo pode ser relacionado a diferentes sistemas dentro do sistema de correspondência dos Cinco Elementos ou seja; estragado para o Gan, queimado para o Xin, doce para o Pi, malcheiroso para o Fei, e pútrido para o Shem, sendo que qualquer odor forte e ruim é indicativo de Calor, e ausência de odor denota condição de Frio.

· Perguntar sobre o histórico de saúde do paciente e queixas atuais: O interrogatório é um método para conhecer o processo patológico por intermédio de perguntas que se faz ao paciente ou ao acompanhante. As perguntas são feitas para se conhecer o início da doença, a causa, a evolução, a história pregressa e a localização da dor, assim como os hábitos de vida, as preferências pelo alimento e outros dados relacionados à doença.

· Palpar o pulso: uma das técnicas mais utilizadas como método de avaliação, através dela pode-se ter um panorama da saúde do paciente, através dos desequilíbrios energéticos de cada órgão.

. Palpar os pontos: qualquer ponto pode ser utilizado com referência para diagnóstico, porém os pontos de Transporte Posterior (Shu Dorsais Assentamento) e Pontos Frontais (Mu – Frontal ou Alarme) e os Pontos Ah Shi (dolorosos à palpação), são os mais utilizados em diagnóstico.


Você quer se tornar um profissional da saúde integral? Venha estudar acupuntura conosco.... Se você deseja saber mais sobre nosso curso de especialização em acupuntura entre aqui e conheça o programa do curso, metodologia e os professores confirmados nesta grande formação!



Dr.ª Kátia Martinello

Acupunturista, Professora e Diretora do Instituto Inanís


INSTITUTO INANÍS Contemple sua essência



#atendimento #acupuntura #medicinatradicionalchinesa #mtc #posgraduacao #portoalegre

42 visualizações0 comentário

Siga

  • Facebook Instituto Inanís
  • Instagram Instituto Inanís
  • YouTube - Instituto Inanís

​© 2016 desenvolvido por Carpes