• Instituto Inanis

Contemple o amor universal



Esse é o último arquétipo da série de simbolismos, números, cores que apresentei durante todo esse ano com as associações do xamanismo.


Chegamos então na vibração mais elevada, na missão mais nobre, no coletivo mais belo: o amor universal. O número 33! Pessoas que possuem esta vibração sabem que o AMAR é verbo transitivo direto, ou seja, quem AMA apenas AMA. Sem "mas", sem "para", sem rodeios...


E talvez essa seja uma tarefa extremamente difícil, porque envolve doação, entrega, e abrir mão de si para cuidar, atender, amar. É mais fácil quando associamos com uma pessoa que simboliza tudo isso: Madre Teresa de Calcutá que dedicou sua vida ao que mais necessitavam. Sem medo, sem ressalvas, sem vaidades.


Essa vibração é rara, pessoas assim são raras. Porque é necessário abrir mão, viver do pouco e se entregar muito. Não há o que se falar de negativo ou baixa vibração, porque quem ama dessa maneira está preenchido, pleno e realizado. Porém, quando não há um propósito muito claro e um direcionamento coletivo e espiritual, as pessoas deste arquétipo podem não desenvolver seu potencial 33 e acabam por se dedicar à família vibrando no 6, na soma (você pode conferir esse texto no blog). E desse lugar, há uma distorção: esperar reconhecimento e algo em troca. O que não seria amor puro e despretensioso mas sim atrelado a uma necessidade.


Enfim, a natureza (a mãe natureza é 33) ela se doa a todos os seres de todos os reinos.

Ela garante a vida, a subsistência, a morada. E ela não pede nada em troca, ela apenas aceita as adversidades e se adapta. Por isso, a cor desse arquétipo é o verde, a cor da vida e do amor incondicional e da mais alta elevação vibracional. Contemple o amor e desperte para seu propósito maior



Carina Ceratti

Naturóloga, professora e Diretora do Instituto Inanís

INSTITUTO INANÍS Contemple sua essência

43 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Siga

  • Facebook Instituto Inanís
  • Instagram Instituto Inanís
  • YouTube - Instituto Inanís

​© 2016 desenvolvido por Carpes