top of page
  • Foto do escritorInstituto Inanis

Elemento Metal

Atualizado: 13 de out. de 2022

Olá, tudo bem?

Esse é nosso antepenúltimo artigo da série conhecendo os 5 elementos e hoje falarei sobre o elemento metal o elemento que está ligado ao outono.

Para quem ainda não sabe, é importante dizer que a teoria dos 5 elementos é uma das teorias mais importantes da Medicina Tradicional Chinesa. Para nós acupunturistas, estudantes ou praticantes da Medicina chinesa é uma das teorias mais importantes para o diagnóstico e tratamentos com as práticas desta medicina.

Como comentei no primeiro parágrafo o elemento metal corresponde a estação do outono e no nível corporal ele corresponde ao circuito funcional do Pulmão.

O sabor correspondente ao elemento metal é o picante e a principal emoção a tristeza.

A tristeza persistente e desmedida danifica o Pulmão, assim como a seca excessiva perturba a nível externo o equilíbrio do elemento metal. As pessoas que permanecem tristes durante anos e, portanto, não conseguem sentir a própria vitalidade, experimentam uma estagnação de dito elemento.

Mas o que acontece quando nosso elemento metal está em desequilíbrio? Vejamos aqui abaixo alguns sinais indicativos:

- Transtornos e perturbações da personalidade que surgem com a tristeza e o desgosto como por exemplo: desânimo, timidez, suspiros frequentes, pessimismo, humor depressivo etc;

- Enfermidades de pele e mucosas, como por exemplo eczemas e fungos secos, infecções e formações de pus na pele (acne e furúnculo), dificuldade de cicatrização da pele, etc;

- Doenças que tem a ver com o ar seco como por exemplo: pele e mucosas secas, secura nos olhos, nariz e boa, tosse seca, etc;

- Afecções que surgem regularmente no outono como por exemplo: doenças de pele, asma, gripes, “depressão outono-inverno”, etc;

- Doenças do Intestino Grosso, como por exemplo: tendência a diarreias ou prisão de ventre, disbiose, doenças fúngicas do intestino, etc;

- Enfraquecimento do sistema imunológico;

- Todas enfermidades das vias respiratórias, como por exemplo: coriza, sinusites, tosse, bronquites, gripes, asma, infecções pulmonares, etc;

- Todas as doenças que transmitem a sensação de “chegar ao limite”;

- Necessidade extrema ou rejeição de sabor picante;

Caso você identifique algum desequilíbrio no elemento metal saiba que as terapêuticas da Medicina Chinesa ajudam a equilibrar o mesmo e elas são: acupuntura, fitoterapia chinesa, auriculoterapia, dietoterapia chinesa, tai chi entre outras. Com um bom funcionamento do seu metal, você terá uma vida mais feliz e um corpo mais saudável.

Se você quer informações sobre atendimentos e cursos em Medicina Chinesa, entre em contato conosco pelo whatsapp (51) 32112232.


Com Carinho,

Dra. Kátia Martinello

373 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page